Perguntas e dúvidas frequentes

  1. Quem pode ser Perito Judicial?
    Resposta: Qualquer pessoa que possua conhecimento técnico e/ou científico, com a devida habilitação profissional (médicos, psicólogos, engenheiros, advogados, etc.)

     

  2. O que faz um Perito Judicial?
    Resposta: O Perito Judicial, devidamente nomeado pelo Juiz, após analisar o objeto da perícia, irá elaborar um Laudo Pericial, com os devidos esclarecimentos que se fizerem necessários, para subsidiá-lo a prolatar um sentença justa.

     

  3. Como faço para atuar como Perito Judicial?
    Resposta: Inicialmente deverá se cadastrar nos Tribunais (Federal, Estadual e Trabalhista), e, em seguida, se apresentar nos juízos das comarcas que deseje atuar.
     

  4. Qual a importância do Curso de Perícia Judicial?
    Resposta: Qualificar e capacitar os profissionais das mais diversas áreas de conhecimento para atuarem como Perito Judicial ou Extrajudicial.

     

  5. É obrigatório realizar o Curso de Perícia Judicial para atuar como Perito Judicial?
    Resposta: Inicialmente a resposta é não; porém alguns Tribunais, como o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, não só exigem, como, também, que o mesmo tenha uma carga horária mínima.

     

  6. O curso é reconhecido pelo MEC?
    Resposta: Não se faz necessário por se tratar de Curso Livre, com legislação especifica, bastando que a instituição esteja devidamente registrada nos órgãos competentes (Receita Federal, Prefeitura, etc).

     

  7. Como receberei o pagamento das perícias realizadas?
    Resposta: Pode ser através de um Alvará de Pagamento ou através de depósito na conta que tiver cadastrado no Tribunal respectivo.



    Caso você tenha mais alguma dúvida ou pergunta a fazer, por favor entre em contato conosco. Estamos disponíveis para maiores esclarecimentos.
     

“Por ser a atividade de Perito uma profissão não Regulamentada, que depende de livre nomeação pelo Juiz de nossos Tribunais (Federal, Estadual e Trabalhista), não é exigida a conclusão de qualquer curso para o seu exercício. Da mesma forma, não é obrigatório que o profissional interessado em exercer a atividade de Perito seja associado a qualquer Instituto, Conselho, Associações ou quaisquer outras entidades afins."

 

©2016 por Ani Design